Tecnologias@ssistivas
Principal | Links | Contato
A+ A-  
Inscrição para Equipe
Tecnologia Assistiva
Depoimentos
Certificados
 
Equipe
Dúvidas Freqüentes
Artigos
Destaques
 
Avaliação
Inscrição
Confirmar Interesse
 
Declaração
 
DESTAQUES
 
30/06/2010
V Congresso Brasileiro de Educação Especial / VI Encontro Nacional dos Pesquisadores da Educação Especial
Maiores informações: http://www.cbee4.ufscar.br
 
 
Histórico

A ABPEE, foi criada em 13/08/1993, na cidade do Rio de Janeiro e conta atualmente com cerca de 350 afiliados. Trata-se de uma sociedade civil de direito privado, sem fins lucrativos, que tem por objetivo congregar pesquisadores da área de Educação Especial, promover ou apoiar conclaves científicos, cursos de aperfeiçoamento e especialização, em parceria com universidades; e manter um veículo de publicação visando à disseminação e a socialização do conhecimento científico na área de Educação Especial.

Em 1992 a ABPEE criou um periódico da área, a Revista Brasileira de Educação Especial, que sofreu alguns atrasos na periodicidade no início, mas que posteriomente, estabeleceu sua regularidade a partir de 2001, sendo atualmente classificada no Qualis/CAPES, com o conceito periódico A2. A partir da regularização de seu periódico, a ABPEE ao completar seus 15 anos de existência, ousou investir em novas metas e promoveu, juntamente com o PPGEES da UFSCar, seu primeiro evento científico de âmbito nacional, que foi o I Congresso Brasileiro de Educação Especial realizado em 2003.

O histórico do PPGEES de promover eventos na área de Educação Especial teve seu início em 1982, com a realização do primeiro da série denominada “Ciclo de Estudos sobre Deficiência Mental”, que era a princípio um espaço interno de intercâmbio interno entre alunos e docentes. Durante a década de 80 os ciclos passaram a atrair cada vez os mais pesquisadores e profissionais da área, de todo o país, o que denunciava a falta de espaços suficientes para discussões sobre a Educação Especial nesse período.

Atendendo a demanda constatada, o PPGEES optou por socializar o evento, e os “Ciclos de Estudos sobre Deficiência Mental” passaram a se configurar num importante espaço para o intercâmbio científico no país. Embora a relevância dos eventos científicos em Educação Especial tenha se ampliado ao longo dos anos, a partir da 8ª versão do ciclo, realizada em 1995, o PPGEES teve dificuldade em obter financiamento das agências e a organização dos ciclos teve que ser temporariamente suspensa.

A partir de 2003, a ABPEE e o PPGEES, se uniram para recuperar o espaço de intercâmbio científico específico na área, e juntos promoveram O I , o II e o III Congresso Brasileiro de Educação Especial/I Encontro da Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial, todos realizados no campus da Universidade Federal de São Carlos, em 2003, 2005 e 2008, respectivamente.

Os resultados da última edição deste evento em 2008 foram:

1. Uma programação de atividades contendo: 1 Conferência de Abertura, 16 Mesas-Redondas; 8 Simpósios, 83 Sessões de Comunicação Oral, 2 sessões de apresentação de pôsteres, 3 sessões de exibição de vídeos-documentários, 43 mini-cursos, e lançamento de 23 livros de pesquisadores de diversas partes do país e de dois periódicos científicos;
2. Apresentação de 790 trabalhos (347 de comunicação oral, 262 pôsteres científicos, 52 pôsteres 170 e 11 vídeos-documentários);
3. Participação de 82 pesquisadores convidados, de 38 diferentes universidades;
4. Publicação de um livro de programa e de resumos dos trabalhos aprovados para a apresentação;
5. Publicação de um CD contendo todos os trabalhos completos aprovados para a apresentação na íntegra.
6. Inscreveram-se no Congresso 1456 participantes, sendo 64 % destes profissionais ligados às universidades (docentes, estudantes de graduação e de pós-graduação). Os demais eram professores da rede regular ou de escolas especiais (23%) e profissionais liberais (13%). Entretanto, dos 1496 inscritos compareceram de fato ao congresso 1290 deles, que somados aos 85 convidados, 170 pareceristas e 97 alunos monitores (graduação e pós graduação), perfizeram um total de 1642 pessoas participantes do congresso. Em relação à proveniência dos participantes, cerca de metade deles eram do Estado de São Paulo (52%), e o restante de, mas houve representantes de 24 outros estados

Ressalta-se ainda que se encontra em preparação um livro contendo os trabalhos completos de pesquisadores convidados que deverá ser lançado por ocasião do IV CBEE.

Assim, tendo em vista os resultados da terceira versão do evento, a comissão organizadora concluiu que os objetivos do evento foram plenamente atingidos, uma vez que os resultados superaram as expectativas iniciais, e que de fato, o congresso se constituiu de fato num importante fórum de intercâmbio entre profissionais que atuam em Educação Especial (pesquisadores, políticos e prestadores de serviços), que puderam debater questões que viabilizassem formas de pensar e agir com maior eficiência nesta área. Mais do que isso, o sucesso do evento demonstrou que a área continua carecendo de um espaço próprio para divulgar e debater suas produções científicas, que vem crescendo vertiginosamente nos últimos anos. Tendo atestado a importância de eventos científicos específicos, para além da inserção nos eventos mais gerais que compreendem a área da Educação como um todo, o congresso sedimentou a base para a continuidade desse tipo de iniciativa.

O objetivo geral do evento do III Congresso Brasileiro de Educação Especial será o de promover um fórum próprio para a área de intercâmbio entre profissionais que atuam em Educação Especial (pesquisadores, políticos e prestadores de serviços) para debater questões que viabilizem formas de pensar e agir com maior eficiência nesta área.

O programa do evento prevê a realização de simpósios, mesas redondas e mini-cursos, planejados com o propósito de tentar atender às diferentes expectativas e necessidades dos diferentes profissionais da comunidade acadêmica e profissional da área de Educação Especial.

Comissão Organizadora
 
Voltar
 
Tecnologia@ssistiva - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Matheus Poletto e Fabio Jacinto
Novas funcionalidades por Alisson Coelho do Carmo